7 de junho de 2012

Dilemas de ser filha da minha mãe

Apetece-me fazer uma grande tosta mista para o lanche, mas não posso. É que a minha mãe olhou para mim e para o meu pai com um ar extremamente ameaçador ontem enquanto dizia que tínhamos de comer o bolo ou ela nunca mais fazia nenhum. Mas não me apetece nada comer o raio do bolo. Portanto ou como o bolo contrariada ou então enfrento os olhares mortíferos da minha querida mãe enquanto faço a minha mega tosta.

Resultado: não lanchei ainda.

Ser filha da minha mãe dá fome, é o que vos digo.


P.S.: de notar que o meu almoço foi peixe assado e eu sempre ouvi dizer que "peixe não puxa carroça"...

8 comentários:

S* disse...

ahahah Mais vale comer!!

CurlyGirl disse...

Se fosse em minha casa o que acontecia era isto: comia a tosta e depois comia o bolo! Cá em casa não se janta ao domingo, só para se fazerem coisas dessas... Lol.

Sancho Pança disse...

Ah, então tu é que és a "filha da mãe" eheheh.
Epá, mãe quando quer, é assustadora. A minha metia umas trombas que metia medo e era capaz de andar semanas sem quase nos falar. eheheh
Mas no fundo querem-nos bem e só lhes damos o real valor, depois de partirem para sempre... :(

Turtle disse...

S*, acabei por comer, uma pessoa não aguenta a mingua para sempre!

Curls, e depois vais para o ginásio na segunda fazer zumba, nao é? :P

Sancho Pança, eu adoro a minha mãe. Mas ela faz um olhar como eu nunca vi ninguém mais no mundo fazer, parece que os olhos dela vão saltar e assassinar-te em segundos...

Sancho Pança disse...

God, nunca duvidei que adoras a tua mãe. Só que elas às vezes armam-se em duronas eheheh.

sapo disse...

Uhm... Bolo! Quero! Manda aí um pedaço que eu não conto à tua mãe.Assim, podes dizer que comeste o bolo e encheres-te com a tua mega tosta!

Quanto não vale ter leitores prestáveis??

Turtle disse...

sapo, olha que não era má ideia! :P

sapo disse...

Força nisso! Já agora, é bolo de?