17 de março de 2011

Sobre como os homens não nos entendem/não nos ouvem

Tive uma noite terrível. Tive as piores dores que alguma vez me lembro ter. Acabei por ter de ir ao hospital. Quando tudo se resolveu, disse-lhe que me tinha saído uma pedra de um rim. Achei estranho não ter grande reacção de volta, mas pronto. Passado meia hora, tem o desplante de se virar para mim, com a cara mais séria do mundo e dizer: 


"Sabes aquelas pedras que saem do rim, que dizem que dão umas dores horríveis? Deve ser mesmo mau". 


Pensamento inicial: vou estrangulá-lo, é HOJE!!!


Haja paciência.

7 comentários:

Tilida5ever Design-ROSINHA disse...

Não prestou atenção ao que disseste...

J. disse...

Ui, e uma valente chapada não? :/

Nokas disse...

Isso é que é distracção...

Miss Murder disse...

Acontece, às vezes uma pessoa está tão embrenhada em pensamentos que não ouve!

Turtle disse...

Tilida5ever Design-ROSINHA, eu quero muito acreditar que ele não tinha tirado a cera dos ouvidos nesse dia...

J., pensei nisso, mas acabei por lhe abrir os olhos de uma forma muito mais eficaz do que 100 valentes chapadas, mais ou menos até ele atingir o olhar de cachorrinho perdido.

Nokas, lá está, há que reinventar o cúmulo da distracção!

Turtle disse...

Miss murder, eu acho que a partir do momento em que eu disse "Não te preocupes, eu estou bem" ele desligou, pura e simplesmente...

CurlyGirl disse...

LOOL. A falta que eu te faço.