21 de junho de 2011

Há mais vida lá fora

Não, não me enganei. Há MAIS vida lá fora. Quando me apercebo que o persistente sorriso vai desvanecendo, teimosamente, enquanto insisto em trilhar o mesmo mato, só para ouvir o barulho da água a correr lá ao fundo naquela pequena e inocente cascata, penso se não será melhor ficar-me pela praia, onde o barulho não é tão ensurdecedor e o caminho não tem tantas pedras, e onde a cegueira insana tende a dar lugar a uma visão menos restrita do mundo. Às vezes, é preferível olhar o mar, raso e sem actividade notória, mas que sei que fervilha por dentro, do que ficar à escuta daquele barulho, que apenas faz adivinhar algo que nunca terá paz. 

2 comentários:

CurlyGirl disse...

Lá fora. Dentro de ti. Há sempre mais... Temos de lutar por esse mais.

Vera, a Loira disse...

Por vezes o caminho mais difícil é o melhor para nós. Tu é que tens de decidir isso, por onde caminhar... por onde viver.